Quando um empregado perde o direito as férias?


**Novidade!! Agora você pode tirar sua dúvida perguntando diretamente a um Advogado Online, clicando aqui.**

O artigo 129 da Consolidação das Leis do Trabalho é bastante claro ao afirmar que “Todo empregado terá direito anualmente ao gozo de férias, sem prejuízo da remuneração”.

Mas, o direito às férias por parte do empregado não é absoluto, ou seja, existem algumas hipóteses nas quais o trabalhador perde, parcialmente ou totalmente, o direito de gozar as tão sonhadas férias.

A perda PARCIAL do período de férias se dá quando o trabalhador acumula, durante o período aquisitivo, uma certa quantidade de faltas injustificadas, de acordo com o disposto abaixo:

De 0 a 5 faltas injustificadas: O trabalhador continua com o direito a 30 dias corridos de férias.

De 6 a 14 faltas injustificadas: O trabalhador só tem direito a 24 dias de férias.

De 15 a 23 faltas injustificadas: O trabalhador só tem direito a 18 dias de férias.

De 24 a 32 faltas injustificadas: O trabalhador só tem direito a 12 dias de férias.

Quando um trabalhador perde o direito a férias?

Quando um trabalhador perde o direito a férias?

Dessa maneira, percebe-se que as faltas injustificadas do empregado possuem relação direta com a sua quantidade de dias de descanso anual remunerado.

A CLT trás ainda outras situações nas quais o empregado perde o integralmente o direito às férias. Vamos a elas:

Perde totalmente o direito às férias o empregado que, no período aquisitivo:

1) Deixar o emprego e não for readmitido (no mesmo emprego) até 60 dias subsequentes após sua saída;

2) Permanece em gozo de licença, COM PERCEPÇÃO DOS SALÁRIOS, por mais de 30 dias;

3) Deixa de trabalhar, com percepção do salário, por mais de 30 dias, em virtude de paralisação parcial ou total dos serviços da empresa;

4) Receber AUXÍLIO DOENÇA COMUM OU ACIDENTÁRIO por mais de 6 (seis) meses, CONTÍNUOS OU NÃO.

Os motivos trazidos nesse post são os ÚNICOS em que o empregado pode perder o direito as férias parcialmente ou integralmente.

Compartilhe:

One comment

  • Luana Santos

    Olá. Minha dúvida e a seguinte: fiquei 68 dias afastada recebendo auxílio doença ate o dia 30/12. Não assinei minhas ferias que tenho direito a 30 dias em Janeiro…sendo assim não recebi. Hoje meu patrão me informou que esses 12 dias será considerando faltas não justificadas e que tenho que voltar a trabalhar imediatamente. E que meu salário será descontados esses 12 dias e as férias so irei gozar em Julho. Está correto eu perder minhas ferias e ter que voltar a trabalhar por ter esquecido de assinar as férias e a empresa nao me comunicar?